Inscreva-se na Newsletter

Inscreva-se na nossa Newsletter e receba actualizações e notícias da CJP-CIRP no seu e-mail.




Contador de visitas

mod_vvisit_counterHoje54
mod_vvisit_counterOntem697
mod_vvisit_counterEsta semana2979
mod_vvisit_counterÚltima semana3029
mod_vvisit_counterEste mês8309
mod_vvisit_counterÚltimo mês10312
mod_vvisit_counterTotal438332

Visitantes Online: 6

Login

O Cardeal Bergoglio solidariza-se com os descartados Versão para impressão
Sexta, 04 Setembro 2009 00:00

O arcebispo de Buenos Aires e primaz da Argentina, cardeal Jorge Mario Bergoglio, solidarizou-se hoje com aqueles que sofrem situações de escravatura ou são “descartados” na cidade, e exortou-os a "gritar" para que "esta infernal máquina de exclusão e descarte mude o coração".

"Temos que lutar todos juntos para que esta cidade se dê conta da situação em que caiu e chore. E se corrija e haja justiça. Gritemos com força e sem medo. Não à escravatura, não aos que estão a mais, não aos jovens, aos homens e às mulheres como material descartável", sublinhou ele na missa na Plaza Constitucion com mulheres resgatada de redes de prostituição, vítimas de exploração laboral, cartoneiros e costureiras saidas de lojas clandestinos. Advertiu que "nos querem tirar a força, roubar a dignidade", e assegurou que "se nos juntarmos, haverá menos escravos" na cidade. "Vale a pena gritar, vale a pena lutar para que não haja mais escravatura", salientou no meio de aplausos.

 

O mundo da corrupção possibilita a escravatura

Ele alertou ainda que "o mundo da corrupção" torna possível o tráfico de pessoas e a escravatura na cidade, que se acostumou a descartar e a excluir os seus habitantes.
Depois de reiterar que a cidade "se esqueceu de chorar, que reconcilia, porque não se dá conta de que vende os seus filhos, os exclui, os escraviza", afirmou que há homens, mulheres e crianças que hoje são descartados, tratados como mercadoria, objecto de negócio.
Gestos
O momento culminante da celebracão eucarística aconteceu quando um cartoneiro com o seu carrinho cheio de cartões se aproximou do altar improvisado na praça para reciber a benção do cardeal Bergoglio.

Na altura um grupo de mulheres entregou como oferenda una bolsa confeccionada por costureiras resgatadas de lojas clandestinas e uma rede com fotografias de mulheres desaparecidas à mão de organizações que gerem prostíbulos. "Continuamos à procura delas, queremos encontrá-las com vida", disseram.

As mulheres apresentaram presentes da cooperativa de roupa "Fashion victim", enquanto um outro grupo fez uma comparação na forma como a comunicação social e o povo se referem de diferente modo ao desalojamento de casas ocupadas e o drama que significa não ter uma casa digna.

A missa celebrada no aniversário da Convencão Internacional dos Direitos dos Trabalhadores Migrantes sob o lema "Com esperança, denuncia e compromisso por uma sociedade com justiça, liberdade e dignidade para todos e todas".

Buenos Aires, 4 de Setembro de 2009.
Cardeal Jorge M. Bergoglio, sj