Inscreva-se na Newsletter

Inscreva-se na nossa Newsletter e receba actualizações e notícias da CJP-CIRP no seu e-mail.




Contador de visitas

mod_vvisit_counterHoje247
mod_vvisit_counterOntem480
mod_vvisit_counterEsta semana1182
mod_vvisit_counterÚltima semana2682
mod_vvisit_counterEste mês4923
mod_vvisit_counterÚltimo mês8125
mod_vvisit_counterTotal462942

Visitantes Online: 7

Login

Conferência Rio+20 Versão para impressão
Sábado, 02 Junho 2012 22:39

FUTURO SUSTENTÁVEL PARA A HUMANIDADE

Rio20A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, conhecida como Rio+20, vai decorrer no Rio de Janeiro, de 20 a 22 de Junho. Será um encontro de avaliação e de compromissos políticos para o desenvolvimento sustentável.

Um dos assuntos que vai estar na mesa das negociações dos Chefes de Estado de todo o mundo é o do desenvolvimento sustentável. Este é um modelo de desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades das gerações presentes sem comprometer as capacidades das gerações futuras de satisfazerem as suas necessidades, fazendo um uso razoável dos recursos naturais. Este conceito foi consagrado na Conferência sobre a Terra, no Rio de Janeiro, em 1992.

Passados 20 anos deste evento histórico, as Nações Unidas voltam a convocar líderes mundiais, representantes da sociedade civil, das instituições internacionais e das organizações não governamentais para uma outra reunião de alto nível sobre o desenvolvimento sustentável. Os organizadores pretendem que a Conferência seja um momento de balanço dos sucessos e falhanços das duas últimas décadas na implementação das medidas acordadas. Será também uma oportunidade de olhar para o futuro, querendo identificar uma nova agenda com perspectivas para os próximos 20 anos.

Programar o futuro

RioJaneiroO documento base desta mega reunião é o chamado "Draft Zero" ("Rascunho Zero"), que contem os temas centrais a serem discutidos e uma panorâmica de futuro. Estes são a «economia verde» a favor da erradicação da pobreza e do desenvolvimento sustentável (novo modelo de desenvolvimento), e a estrutura institucional para o desenvolvimento sustentável (governança mundial e sistema da ONU). Outros tópicos relacionados com estas problemáticas essenciais são as questões da ética como base para uma nova civilização, da organização para estabelecer uma nova ordem mundial e de como construir uma economia sustentável para combater a pobreza e concentração de riqueza.

Presença da sociedade civil

Com o intuito de dar voz a propostas alternativas e análises diversas provenientes dos vários sectores da sociedade, vai decorrer paralelamente à Conferência das Nações Unidas, a Cúpula dos Povos, um espaço de debate de ideias sobre o presente e o futuro da humanidade. A partir desta plataforma, os cidadãos comprometidos com a preservação do planeta e da espécie humana lançarão um grito de alerta sobre a insustentabilidade do sistema económico vigente, apontando ao mesmo tempo saídas para a presente crise mundial.

Interesse da Igreja

Estes temas interessam de modo especial à Igreja, que irá estar presente na Cúpula dos Povos através de grupos de pessoas comprometidas com a justiça ambiental. Bento XVI, a quem já apelidaram de «Papa ecológico», tem tido várias intervenções em favor de uma "economia verde" e do respeito pelo meio ambiente, nomeadamente nas mensagens para o dia mundial da paz. O próprio Vaticano, por exemplo, está a implementar a reciclagem, com contentores para os resíduos a serem destinados a materiais recicláveis, e já instalou painéis solares no tecto da sala Paulo VI.

Pe. António Carlos Ferreira, comb, CJP-CIRP
(publicado no VV 27.05.2012)

 

A Conferência Rio+20 marca o 20º aniversário da Conferência das NU sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, que teve lugar na capital carioca em 1992 e também assinala os 10 anos da Cimeira Mundial sobre Desenvolvimento susptentável, em Joanesburgo, em 2002. Se quiser escutar a menina de 12 anos que, há 20 anos fez calar o mundo.