Portugal ajuda a bater novo Record do Mundo – “Levanta-te” 2009 Versão para impressão
Quinta, 22 Outubro 2009 12:23

20091017_Levanta-te_ActuaO Recorde Mundial do Guinness foi mais uma vez batido por gente de todo o mundo que exige aos seus líderes acabar com a pobreza.

Mais de 173 Milhões de Pessoas juntaram-se aos eventos de “Levanta-te e Actua!”, conseguindo um novo recorde como a maior mobilização da história por uma mesma causa.

O Recorde Mundial do Guinness foi ultrapassado este fim-de-semana quando 173,045,325 cidadãos e cidadãs se juntaram em mais de 3000 eventos por mais de 120 países, para exigir aos seus governos que erradiquem a pobreza extrema e que cumpram os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

O Recorde Mundial do Guinness está certificado como “Levanta-te e Actua como a maior mobilização humana registada na história,” que no seu quarto ano, verificou um aumento de cerca de 57 milhões sobre o ano passado.

“Os mais de 173 milhões de pessoas que se mobilizaram este fim de semana mandaram uma mensagem clara aos líderes mundiais sobre a existência de uma exigência massiva, universal e global para a erradicação da pobreza e para o cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM)”, disse Salil Shetty, Director da Campanha do Milénio das Nações Unidas. “Particularmente, temos cidadãos e cidadãs determinados em mostrar aos seus governos que os responsabilizam sobre o cumprimento efectivo das suas promessas para acabar com a pobreza, melhorar a saúde materna, utilizar sistemas de protecção social e a eliminação de subsídios que causam distorções na concorrência como meios de incentivar um comércio agrícola leal. São cidadãos e cidadãs que não aceitarão desculpas sobre o não cumprimento das promessas realizadas em favor dos mais pobres e vulneráveis, que são os mais atingidos pela crise económica, alimentar e ambiental mundial e, que não tiveram responsabilidade sobre as suas causas.”

Na Ásia mais de 100 milhões de pessoas participaram (101,106,845); na África mais de 37 milhões de pessoas participaram (37,848,412); No Oriente Próximo mais 31 milhões de pessoas participaram (31,394,459); Na Europa mais de 2 milhões de pessoas participaram (2,102,121); Na América Latina mais de 200,000 pessoas participaram (229,371); Nos Estados Unidos de América quase 200,000 pessoas participaram (191,535); e na Oceânia mais de 170,000 pessoas participaram (172,582).

"Fica provado que o Levanta-te é uma mobilização mundial em crescimento, para além de ser um movimento com importantes raízes nas áreas mais remotas e em cidades de todo o mundo, ricas e pobres,” disse Sylvia Borren, Co-chair do Apelo Global Contra a Pobreza (GCAP – Pobreza Zero), que participou em vários eventos “Levante-te” na Holanda no passado fim de semana. “Estas são as vozes de gente nova, mulheres e homens que exigem a erradicação da pobreza e novas respostas sobre a crise alimentar, económica e ambiental. Enviaremos esta esmagadora mensagem nas próximas semanas e meses para influenciar/intervir sobre as discussões do clima de Copenhaga e a revisão dos ODM do próximo ano.”
Actualmente 1 bilião de pessoas em todo o mundo passam fome e 500,000 mulheres continuam a morrer anualmente como resultado da gravidez e do parto. A maior parte destas mortes podem ser evitadas.
Esta mobilização global foi organizada pelo o Apelo Global de Luta Contra a Pobreza (GCAP – Pobreza Zero) e pela Campanha do Milénio das Nações Unidas (Objectivo 2015), em parceria com uma série de organizações de todo o mundo.

Entre os 3,000 eventos realizados este fim-de-semana em todas as partes do mundo destacamos:

Nos Estados Unidos de América, a banda irlandesa U2 reuniu 50,000 pessoas que se ajoelharam para o momento “Levanta-te” durante o concerto do dia 18 de Outubro, em Norman, Oklahoma.

Apesar dos tornados que arrasaram as Filipinas recentemente, 35,5 milhões de pessoas em todo o país Levantaram-se e a campanha “Eu voto pelos ODM” (estudo sobre os assuntos que os votantes acham que devem ser priorizados pelos candidatos à presidência de 2010), foi lançada.

Portugal voltou a destacar-se por ser o país europeu com mais pessoas a Levantarem-se para a erradicação da pobreza em termos percentuais. Portugal mobilizou cerca de 1,4% da sua População. E mais de 10% dos eventos mundiais realizaram-se em Portugal, conseguindo assim bater o recorde do ano anterior.

Associações, ONGs, mais de 150 escolas, diversos locais de culto, empresas, meios de comunicação e particulares confirmaram em Portugal um sólido apoio para a erradicação da pobreza e o cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio. Com apoiantes e simpatizantes cada vez mais consolidados, a coligação nacional coordenada pela Campanha Pobreza Zero, tem conseguido dar cada vez maior visibilidade à causa.

Esperamos e confiamos que os resultados não fiquem apenas pelos números, mas que estes se transformem em compromissos por parte de todos os líderes governamentais para terminar com esta grave situação que acaba com a vida de milhões de pessoas no planeta todos os anos. Que se entenda toda esta mobilização como uma demonstração de que cada vez mais estaremos alerta, mais conscientes e mais sensibilizados para mudar o mundo. Por tudo isso continuamos a acreditar que:
“Somos a primeira geração que pode erradicar a pobreza”

Mais info www.pobrezazero.org

Bruno G. M. Neto
Coordenador de Programa
Pobreza Zero – GCAP Portugal