Inscreva-se na Newsletter

Inscreva-se na nossa Newsletter e receba actualizações e notícias da CJP-CIRP no seu e-mail.




Contador de visitas

mod_vvisit_counterHoje291
mod_vvisit_counterOntem554
mod_vvisit_counterEsta semana2610
mod_vvisit_counterÚltima semana2631
mod_vvisit_counterEste mês6478
mod_vvisit_counterÚltimo mês9532
mod_vvisit_counterTotal601506

Visitantes Online: 5

Login

CIRP realizou assembleia-geral Versão para impressão
Terça, 24 Novembro 2009 00:58
«Esperança cristã» inspira actividades da Conferência dos Institutos Religiosos para 2010

Terminou no dia 18 de Novembro a Assembleia-geral da Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal (CIRP).

O encontro, que começou no dia 16, contou com a presença dos superiores e superioras de cerca de 110 das 148 congregações existentes no país, além dos delegados das seis comissões nacionais e representantes da maior parte dos secretariados regionais, num total aproximado de 150 pessoas.

 

Apresentação dos relatórios anuais

Em entrevista à Agência ECCLESIA, o presidente da CIRP, Pe. Manuel Barbosa, sublinhou o empenho manifestado na preparação da assembleia, que decorreu em Fátima.

Dos 21 secretariados regionais, apenas um esteve ausente, o que assinala uma evolução relativamente às assembleias de anos anteriores, em que “um grande número” não participava nem enviava relatórios das suas actividades.

A acção destes departamentos consiste na realização de retiros, encontros e iniciativas de formação, bem como na visita aos mosteiros de clausura, entre outras actividades.

O sacerdote dehoniano assinalou o “trabalho precioso” das comissões «Justiça e Paz», «Apoio às Vítimas de Tráfico de Pessoas» e «Formação», que, a par dos Institutos Missionários Ad Gentes (IMAG), procuram desenvolver as suas actividades em parceria com as instâncias da CIRP e as organismos diocesanas.

 

Comunhão com a Conferência Episcopal e as dioceses

A colaboração com a Comissão Episcopal Vocações e Ministérios na realização do Simpósio do Clero e do Fórum das Vocações foi um dos exemplos apontados pelo Pe. Manuel Barbosa para comprovar a comunhão das congregações com a vida da Igreja em Portugal.

“Penso que a maior parte dos presentes [naquelas actividades] era composta de religiosos e religiosas. Não é uma questão de quantidade, mas de inserção e trabalho em conjunto. Há um bom entendimento e uma boa relação entre os bispos e as congregações. Nem podia ser de outro modo”, observou.

 

Presente e futuro

O segundo dia da assembleia foi marcado pela intervenção de António Bagão Félix, que falou sobre os desafios da encíclica “Caritas in Veritate” para a Igreja e para a vida consagrada.

Os religiosos convidaram igualmente José Eduardo Franco, que proferiu uma palestra sobre a expulsão das Ordens Religiosas, ocorrida em 1910. O tema será retomado no próximo ano, através da publicação, provavelmente em Fevereiro, de um estudo encomendado a “sete historiadores prestigiados”.

Em 2010, a CIRP colaborará no 1.º Congresso Internacional das Congregações Religiosas, que ocorrerá em Novembro. Os religiosos e religiosas estão igualmente envolvidos na preparação do Dicionário Histórico das Ordens Religiosas.

A “esperança cristã” inspirará as actividades do próximo ano. O Dia do Consagrado será dedicado à “Vida Consagrada, solidária na esperança”. A 26.ª Semana de Estudos, agendada para os dias 13 a 16 de Fevereiro, vai reflectir sobre a “Vida Consagrada: mensageira de alegria e de esperança”.

De 8 a 14 do mesmo mês, em Czestochowa, Polónia, realizar-se-á a assembleia-geral da União das Conferências Europeias de Superiores/as Maiores, que incidirá sobre a “Vida Religiosa na Europa: histórias de esperança, esperança para a história”.

Fonte: Agência Ecclesia